Tendências do turismo: O desafio de proporcionar experiências marcantes

Tendências do turismo: O desafio de proporcionar experiências marcantes

blank

Para quem atua no ramo de turismo e já está começando a pensar no próximo ano, uma dica: o desafio será se reinventar a cada dia para oferecer aquilo que o turista deseja não só comprar, mas vivenciar.

O recado é de Ricardo Aly, especialista no mercado de turismo, ao falar sobre o tema “Crise: tempo de inovar e diferenciar-se nas vendas”, durante a 46º ABAV Expo, realizada entre os dias 26 e 29 de setembro, em São Paulo. No contexto defendido por Aly, a tendência para 2019 será de atendimento de um turista que busca por experiências marcantes, preferencialmente em grupo. O chamado “turismo de wellness”, em que as viagens tem o propósito de proporcionar bem-estar e saúde, também deverá estar em alta no próximo ano.

Seguindo a linha “mente sã”, pode-se incluir o Turismo de Inspiração. A ideia neste caso é atender a um público com características de fã, que quer fazer roteiros que incluem locais que serviram de cenários para filmes, séries e até videoclipes. Ricardo Aly aponta ainda que será tendência também as viagens com o objetivo de relembrar locais importantes para a história de um casal. Retornar ao local da lua-de-mel para comemorar uma boda é um exemplo desta tendência.

Mercado em desenvolvimento

A respeito do desenvolvimento do mercado de turismo, o evento da ABAV apresentou como uma das principais tendências a diversificação dos canais de oferta e do padrão das experiências de hospedagem, conforme destacado por Bob Santo, secretário de Qualificação e Promoção do Ministério do Turismo. “O cenário de desenvolvimento do turismo acompanha duas grandes revoluções: a da era digital e a da busca pelo valor das experiências”, disse.

O grande desafio, segundo Bob Santo, não é só acompanhar as tendências e nos adequarmos a elas. “É também entender o impacto e efeito disso na vida das pessoas”. Como exemplo, ele cita o compartilhamento de serviços (como UBER, entre outros) que vem conquistando o mercado de todos os setores e que o turismo se renova com base nessas transformações.

Além disso, na avaliação do secretário, as iniciativas de capacitação dos prestadores de serviços turísticos são cruciais para fornecer experiências mais alinhadas a esse novo cenário de demanda qualificada. “Um dos grandes ativos do turismo brasileiro, a hospitalidade, depõe a favor disso”, destacou. “Nós já temos isso no nosso DNA, mas para melhorar a competitividade precisamos olhar hoje para o futuro e responder a ele imediatamente”, concluiu.




Artigo publicado em:
04/10/2018
Categorias:
Turismo
Tags:
, ,



Veja também:

Nenhum comentário

Deixe um comentário

Começar Conversa
Podemos te ajudar?
Olá, tudo bem?
Estamos à disposição no whatsapp.